terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Confidências sacanas

A música já toca tão alto que apenas os sussurros são ouvidos. Queria sentir o tremer de tua boca assim tão próxima ao meu ouvido onde eu me perco entre meus pensamentos e teus toques.

Adoro o seu dizer de sacanagens ao meu ouvido, aquele mesmo que me deixa sem graça em público no meu evidente cruzar de pernas. Gosto do seu sorriso quando peço para esperar chegar em casa e ser negado.

Fico me lembrando daquele detalhe irônico de você me prensando contra a pia de minha casa e prendendo meu pau entre suas coxas, a mesma que me aperta e em um sussurro me faz tremer e você sorrir.

Queria um controle maior sobre meu corpo ao teu lado, queria deixar de lado essa escravidão de teus toques ou pelo menos saber o por que estou me tocando sozinho quando não te tenho ao meu lado.

- Por que às vezes, bem às vezes... Eu faço o mesmo seu idiota.

3 comentários:

Boca disse...

Gostei muito do texto. Sabe... acho que alma e corpo deveriam sempre concordar.. mas quandp enso assim, acho que o homem chegaria a perfeição. E isso... é impossível. Será?

Boca disse...

Hahahaha, comentário escrito com pressa é assim!!! Todo deformado!!!

:********

aline disse...

quem disse.....hahaha essa mania da pia é minha hein pode patentear pelos danos que vc me causou mi harbor. alaine